Banco Central de Omã Adjudica Vários Projetos de Soluções de Pagamento da ProgressSoft

Imprimir

A ProgressSoft, fornecedora líder de soluções de pagamentos em tempo real, deu hoje início a uma série de projetos de pagamento com o Banco Central de Omã (CBO) visando a automatização de vários serviços de compensação que o CBO oferece aos bancos e respetivos clientes no sultanato.

O âmbito destes projetos coletivos incluirá a implementação da Solução de Câmara de Compensação Automática da ProgressSoft (PS-ACH), o Sistema de Gestão de Mandatos (PS-ACH / MMS), o Sistema de Proteção de Salários (PS-ACH / WPS), o Sistema de Apresentação e Pagamento de Faturas Eletrónicas (EBPP-PS), o Sistema de Pagamentos Móveis (PS-mpClear) e o Sistema de Gestão de Pagamentos de Disputas (PS-DisputeManager).

O PS-ACH irá abranger todas as transferências nacionais de fundos de operações de crédito e de débito direto entre os bancos que operam em Omã, onde todo o sistema (incluindo os módulos de Participantes e Central) e será organizado em modo ASP nos Centros de Dados do CBO, disponibilizando funcionalidades sofisticadas de resposta às necessidades de processamento a todos os 25 bancos que operam no país.

Além disso, o módulo de Débito Direto (PS-ACH) será acoplado - e perfeitamente integrado - no Sistema de Gestão de Mandatos que fornece uma automatização completa dos processos de geração de mandatos, intercâmbio e verificação entre os bancos participantes.

O Sistema de Gestão de Mandatos oferece, aos bancos e aos emissores de faturas, a capacidade de iniciar e gerir mandatos eletrónicos como meio de pré-autorizar e verificar operações de débito direto elegíveis. Também oferece validações e correspondências em tempo real entre transações de débito direto e os mandatos correspondentes. Essas validações incluem controlos sobre a validade do mandato, bem como os termos e as condições de pagamento.

A ProgressSoft vai ainda implementar um Sistema de Proteção de Salários dentro da solução de software PS-ACH (PS-ACH / WPS) O sistema destina-se a fornecer ferramentas de monitorização e de elaboração de relatórios ao Ministério do Trabalho para supervisionar os pagamentos salariais conduzidos dentro e entre os bancos em nome das empresas e dos seus colaboradores. O sistema garante que os empregadores estão a pagar os salários dos colaboradores na íntegra e atempadamente, disponibilizando as ferramentas para enviar os pagamentos e os relatórios para atestar o cumprimento dessa obrigação.

O âmbito do projeto inclui ainda um Sistema de Distribuição de Pagamentos Móveis (PS-mpClear) e um distribuidor de pagamentos em tempo real responsável pelo processamento de pagamentos móveis entre bancos e entre processadores. O PS-mpClear suporta o processamento e distribuição de transações financeiras e não financeiras móveis num processo completo (Straight Through Processing - STP) e faz o roteamento das mensagens entre os vários prestadores de serviços de pagamentos móveis.

Este ambicioso projeto foi atribuído apenas de alguns meses da adjudicação e atualização do Sistema de Compensação de Cheques baseado em imagens eletrónicas, que está em funcionamento no sultanato desde janeiro de 2009. "Neste momento, estamos a concluir a Fase da Especificação de Requisitos (RSP), com o CBO e os bancos, para a Primeira Fase do projeto e vai começar a RSP para a Fase Dois, passadas oito semanas" Afirmou Anan Alwanni, Diretor Nacional da ProgressSoft em Omã.

O Sistema de Apresentação e Pagamento de Faturas (PS-EBPP) será implementado também dentro do âmbito do projeto, onde funciona como um sistema centralizado que facilita a apresentação de faturas, investigação e operações de pagamento para os consumidores. O PS-EBPP funciona como distribuidor ou como agregador, permitindo a conectividade de vários prestadores de serviços para aproveitar as suas informações de faturação em formato eletrónico. Além disso, o sistema funciona em ligação com o PS-ACH e o PS-mpClear para facilitar a parte de pagamentos da solução; também pode fornecer interfaces para outros sistemas, para utilizar os seus serviços, tal como a banca online.

Os sistemas acima apresentados serão apoiados por um Sistema de Gestão de Disputas (PS-DisputeManager), que disponibiliza o processamento e gestão das disputas que possam surgir nos vários canais de pagamento recorrendo a um fluxo de trabalho automatizado, automatização de tarefas e gestão de regras, para aproveitar um ambiente controlado para processar as disputas e chegar à sua resolução dentro de um padrão de nível de serviço definido.

O sistema permite que o Banco Central possa rever, realizar atividades de supervisão e, por vezes, interferir nos veredictos e na tomada de decisão final. Além disso, permite visualizar as questões em qualquer fase do ciclo de vida da disputa.

Enviar a um Amigo