JoMoPay – Um Modelo ao Vivo que Ilustra a Interoperacionalidade dos Pagamentos Móveis Proposta pela ProgressSoft

Imprimir

Lançado em 2014, o JoMoPay tornou-se o primeiro sistema de distribuição de pagamentos móveis a nível nacional, com o objetivo de permitir a interoperacionalidade entre serviços de pagamentos móveis na região MENA (Médio Oriente e Norte de África), posicionando a Jordânia na vanguarda dos esforços de inclusão financeira simultaneamente a nível regional e mundial.

No fim de 2012, o Banco Central da Jordânia (CBJ) lançou um concurso público para apresentação de propostas para a conceção de uma plataforma de pagamentos móveis. Analisadas as várias candidaturas de concorrentes internacionais, o contrato foi adjudicado à ProgressSoft, que propunha implementar a sua solução de um sistema de distribuição e compensação de pagamentos móveis (PS-mpClear) sob o nome de JoMoPay, a abreviatura de “Jordan Mobile Payments”. A experiência da ProgressSoft na implementação destes sistemas em mais de 350 bancos, 24 países e 9 bancos centrais, incluindo o CBJ, veio facilitar o processo de decisão.

A ProgressSoft esteve à altura dos compromissos assumidos e integrou todos os recursos necessários para que o CBJ dispusesse de uma plataforma completa que satisfaz todas as suas necessidades, incluindo as funções de distribuição, compensação e regulação.

O PS-mpClear apoia o processamento e distribuição das transações móveis de carácter financeiro e não-financeiro em modo de funcionamento STP e de encaminhar as mensagens entre vários prestadores de serviços de pagamentos móveis garantindo a interoperacionalidade.

O PS-mpClear habilita o CBJ a regular os pagamentos móveis e os principais intervenientes controlando o fluxo de tesouraria e supervisionando todos os movimentos, incluindo os micropagamentos. Graças a esta abordagem, o CBJ zela pela estabilidade financeira dos prestadores dos serviços de pagamentos móveis e assegura a sua conformidade regulamentar.

A solução PS-mpClear da ProgressSoft executa perfeitamente todas as funções de distribuição, compensação e regulação. Alguns dos recursos associados a estas funções incluem o processamento e a distribuição de transações financeiras individuais, a compensação de transações entre diferentes instituições financeiras e a integração no SLBTR do CBJ. Adicionalmente, ofereceu a toda a população, com ou sem conta bancária, a possibilidade de beneficiar do ecossistema de pagamentos móveis e do seu funcionamento 24 horas.

O supervisionamento dos micropagamentos pode ter lugar através da solução PS-mpClear, permitindo a recolha de dados estatísticos para o sistema informático de gestão do microfinanciamento. Oferecendo aos utilizadores sem conta bancária a possibilidade de aceder a pagamentos móveis, o microfinanciamento pode alargar-se a este segmento substancial. Assim, a inclusão financeira de grupos de baixos rendimentos pode alargar-se a este segmento substancial. Assim, a inclusão financeira de grupos de baixos rendimentos torna-se uma realidade. Isso resulta, a prazo, num impacto positivo na economia e no PIB.

Quanto à função de regulação, a solução PS-mpClear permite ao CBJ conservar um ficheiro nacional por utilizador com informações sobre as contas móveis. Além disso, permite estabelecer limites de débito, controlar e acompanhar as transações de pagamentos móveis e os limites a essas transações, o número de carteiras e contas eletrónicas por tipo de utilizador e muito mais.

Enviar a um Amigo